Argo Dive, conversas com propósito

O tema da gestão de carreiras e tomada de decisões na componente profissional é um dos que maior interesse tem suscitado na última década, com o aparecimento de conteúdos em diferentes suportes e criação de plataformas tecnológicas que visam ajudar-nos a melhorar a forma como gerimos a nossa carreira.

Se esta vertente da nossa vida (por sinal a que nos ocupa mais tempo) tem um impacto tremendo em todas as outras, com a evolução do mercado esta influência ficou ainda mais marcada, uma vez que é hoje difícil ter uma fronteira entre a vida profissional e vida pessoal. A tendência será a redução do espaço físico e temporal demarcado a separar estas duas componentes, o que leva a que a forma como gerimos a nossa vertente profissional tenha um impacto ainda maior na nossa vida pessoal e, de facto, toda a reflexão acerca do tema seja muito relevante.

No âmbito da nossa área de atuação temos o privilégio de conhecer talentos de diferentes segmentos e aprofundar os processos de tomada de decisão relacionados com a gestão de carreira. Assistimos às angústias inerentes à entrada no mercado de trabalho, mas também à de executivos sénior em processo de mudança, aos dilemas frequentes que surgem quando se troca o conhecido pelo desconhecido, quando se pondera o equilíbrio entre a componente salarial e a componente motivacional, e todas as outras dúvidas que surgem quando sabemos que estamos a decidir sobre algo que influencia profundamente o nosso dia-a-dia e de quem nos rodeia.

Tal como noutras áreas de conhecimento, acreditamos que não existem fórmulas certas de recrutadores experientes, CEO’s de sucesso ou career counselors. Existe conhecimento muito válido que todos estes agentes detêm, mas também inputs muito válidos de pessoas que trabalham noutras áreas de conhecimento. Acreditamos que é o cruzamento de diferentes perspetivas e a partilha de experiências, fracassos e sucessos, que ajudam a que cada um encontre dentro de si as respostas certas, e desenvolva a sua intuição de forma a tomar as melhores decisões.

Nesta sequência iniciamos hoje um ciclo de partilha de opiniões recolhidas em entrevistas com pessoas em quem revemos uma perspetiva integrada do mundo, adquirida através do contacto com diferentes culturas, abertura para reconhecer que as suas experiências e perspetivas são apenas isso e não verdades absolutas, e interesse por pensar a evolução do mercado à luz de várias perspetivas de conhecimento e não apenas através das lentes da sua área de especialização.

Sabendo de antemão que todo o conteúdo nesta área será pouco, desejamos que a colaboração, partilha de opinião e troca de experiências seja cada vez maior entre as várias áreas de conhecimento e agentes com impacto no mercado de trabalho, porque a partilha de informação e conhecimento será sempre a forma mais sustentável e poderosa de melhorar a sociedade em que vivemos.

Pedro Hipólito