Embarca na Argo!

adam-jang-260876.jpg
 

As pessoas que queremos ter connosco:

  • Que tenham curiosidade pelo mercado, pelas empresas e pelos Recursos Humanos, mas acima de tudo pela vida que acontece fora dos escritórios: arte, comida, viagens, cultura, história e tudo o que nos rodeia;

  • Que lidem bem com o pressuposto de que intuição e objetividade são igualmente importantes na tomada de decisão. Que estejam atentos ao que nos diz o Big Data, mas que no final do dia saibam que as melhores decisões se suportam no Small Data;

  • Que tenham elevada sensibilidade interpessoal, que estejam atentos ao bem-estar dos colegas e que coloquem sempre os interesses da equipa acima dos seus interesses individuais. Equipas coesas serão sempre mais felizes e produtivas;

  • Que sejam dedicadas às suas funções e comprometidas com a Organização., mas que tenham sempre como prioridade o bem-estar de quem os rodeia (família e amigos);

  • Que não queiram deixar parte da sua personalidade à porta do escritório, para continuarmos a ter uma cultura de confiança. Todos devem sentir abertura para partilhar o que pensam e sentem, sem receio de julgamentos;

  • Que tenham a coragem de dar a sua opinião e quando existem “más notícias” de as dar a clientes e colegas, de forma sustentada em argumentos; E que recebam as diferentes opiniões ou críticas com humildade para perceber que são oportunidades de melhoria;

  • Que não vivam obcecadas nem com a hora de entrada, nem com a hora da saída, mas que sintam acima de tudo o sucesso dos seus colegas e clientes depende de si. Que mais importante que o worklife balance é o worklife blend e que cada um deverá ter a responsabilidade necessária para gerir o seu equilíbrio;

  • Que tenham a convicção de que são os melhores na sua função e no seu mercado, mas que saibam que quando inseridos numa equipa forte poderão crescer muito mais do que o fariam isoladamente ou numa equipa desequilibrada;

  • Que tenham ambição de crescer e que gostem de sentir que a avaliação de desempenho não é condicionada por cotas, mas que compreendam que tudo tem um timing ideal de maturação e há que esperar pelo momento certo;

  • Que percebam que seremos muito exigentes e, por vezes, demorados no processo de seleção para a equipa interna, porque é importante que os nossos clientes tenham a certeza que os seus interlocutores foram selecionados com o mesmo rigor com que estes selecionarão talentos para as suas equipas;

  • Que saibam que a competência não se mede pela forma de vestir, mas que tenham a agilidade social e cognitiva para se adaptarem a diferentes interlocutores e contextos;

  • Que percebam o benefício de trabalhar numa equipa com harmonia e que, tal como nós, não sejam tolerantes com comportamentos que ponham em causa o bom nome da Argo Partners e das empresas que representamos.

Se te identificas com a nossa forma de estar e sentes que poderás acrescentar valor à nossa equipa envia-nos mais informação sobre ti em: