Succession Planning

O Propósito
 
Cada vez mais as empresas têm de ser ágeis, antecipar cenários e saber como agir com rapidez. Assim, preparar a Organização e as suas pessoas para processos de sucessão é essencial.
Um cliente nosso, uma empresa de consultoria, estava a atravessar um período de grande volume de atividade do negócio, em simultâneo, com uma situação de elevada rotatividade de colaboradores.
 
Assim, deparou-se com a necessidade de saber, para as suas funções críticas, qual o pipeline de talento interno e externo, de forma a rapidamente colmatar futuras potenciais necessidades de sucessão.
Este cliente recorreu à Argo Talents com o objetivo de identificar o pipeline de talento (interno e externo) de forma a assegurar planos de sucessão que permitissem à Organização efectuar transições de forma planeada, evitando o impacto negativo das mesmas no negócio e nas equipas.
 
 
O Caminho
 
Num primeiro momento, colaborámos com o nosso cliente na definição dos perfis ideais para as funções definidas como críticas na empresa:
  • ao nível das competências interpessoais mais relevantes;
  • ao nível de proficiência respetivamente requerido;
  • das características de personalidade ideais à sua integração na equipa/cultura da empresa;
  • do evp da função;
  • e da experiência prévia necessária.   
 
Por outro lado, foi necessário avaliarmos o risco de saída dos profissionais que no nosso cliente que desempenhavam as funções consideradas críticas pela empresa. No âmbito da referida avaliação, cuja metodologia foi definida à medida do cliente em questão, foram avaliadas as seguintes dimensões:
  • proficiência dos colaboradores nas competências consideradas mais relevantes para a função;
  • potencial de desenvolvimento dos colaboradores e expetativas de progressão;
  • fatores e nível de engagement com a empresa.
 
De igual modo, entrevistámos os colaboradores previamente referenciados pela empresa como sendo os de maior potencial, avaliando-os nas dimensões anteriormente referidas. Esta avaliação permitiu-nos ordenar por grau de elegibilidade e rapidez de integração os colaboradores em causa nas funções críticas.
 
Em simultâneo, definimos em conjunto com o cliente, empresas target onde poderíamos encontrar potenciais candidatos para as funções críticas da empresa. Após a pesquisa e a identificação dos candidatos, aplicámos a mesma metodologia e métricas de avaliação dos requisitos previamente definidos para os perfis em causa.
 
O Impacto
 
Com o trabalho realizado pela Argo Talents, o nosso cliente conseguiu perceber quem são os possíveis sucessores, internos e externos, para as funções críticas da sua empresa, de forma célere conseguisse preencher as mesmas em caso de saída dos profissionais, preparando-os para tal. Por outro lado, o trabalho em causa permitiu que o nosso cliente antecipasse futuras necessidades, contratando de forma preventiva profissionais mais juniores e com potencial para vir a assumir as funções consideradas críticas na organização.

Posts em destaque

Aspectos a ter em conta na Atração de talento jovem - Parte II
12 Fevereiro 2018
Partilhar
Talent Mapping
04 Janeiro 2019
Partilhar
Formação em Boas Práticas de Recrutamento
04 Janeiro 2019
Partilhar